O que dizer a uma pessoa em luto

24 DE JANEIRO DE 2020

A morte de um parente ou de uma pessoa querida é um dos momentos mais traumáticos da vida de alguém. É um evento transformador, que exige da pessoa um certo tempo para se adaptar e que altera muito o seu comportamento. E a experiência do luto não termina. O luto continua, de uma forma ou de outra, pelo resto da vida.

 

O que você diz a alguém que está de luto?

Geralmente quando um parente mais velho morre de causas naturais, dizemos: “Era sua hora.” Já quando alguém mais novo morre inesperadamente, perguntamos o que podemos fazer para ajudar. Mas a primeira resposta é uma invalidação de emoções e a segunda representa uma forma de evitar o assunto.

 

Em resumo, apoiar-se em clichês é uma abordagem ruim. Mais uma razão para identificar o sentimento central e cuidar para que conversas e comentários durante um funeral sejam uma boa comunicação e que realmente sirvam de apoio para a pessoa que sofreu a perda.

 

O que a pessoa que está sofrendo geralmente precisa, é de ajuda para moderar suas reações emocionais a esse delicado evento que é a perda.

 

Algumas pessoas têm muitos sentimentos ao mesmo tempo, e precisam de alguma contenção e estrutura em torno disso. Outros podem ser mais desligados, e precisam de ajuda para que suas emoções se manifestem. Nesse caso, é importante dar a eles uma certa atenção, ajudá-los a expressar seus sentimentos, ou apenas dar tempo e espaço para que seus sentimentos venham a fluir normalmente.

 

Qual é a coisa certa para dizer a alguém que perdeu uma pessoa amada?

Existem muitas respostas em potencial, mas todas derivam do mesmo objetivo: comunicar empatia e oferecer assistência, simpatizar com o que uma pessoa está passando, entender o que uma pessoa pode precisar de você e saber como expressar sentimentos da maneira certa.

 

O sentimento deve ser: eu entendo que você está passando por uma difícil experiência emocional que você mesmo não entende, e que você está de luto. Me preocupo com seu bem-estar e estou aqui para te ajudar com qualquer sentimento e preocupação.

 

Comece com perguntas simples e abertas. Qualquer coisa que comece com "como" ou "o que" vale a pena. Esse tipo de pergunta não comunica expectativas, nem coloca palavras na boca da pessoa que está sofrendo. Dessa forma, você colabora para que ela se expresse com conforto, e para que ela peça e aceite ajuda da forma que ela achar melhor.

 

Exemplos de perguntas adequadas:
"O que você está sentindo?"
"Como você está pensando em seu [parente] agora?"
"Que lembranças você tem dele(a)?"

 

A abertura e o convite por meio dessas perguntas, permite expressar uma real preocupação e carinho no pensamento da pessoa que está de luto.



As respostas podem variar. Uma criança de luto pode estar pensando em uma bela memória ou em uma lembrança desagradável. Eles podem estar pensando em algo bom ou ruim que falaram para a pessoa que se foi. Tudo isso é normal, e faz parte do processo de luto.

 

É natural querer oferecer conforto e segurança, mas, em última análise, as crianças que perderam os pais precisam aceitar essa experiência transformadora do seu próprio jeito.

 

O que você não deve dizer a alguém que está de luto:

"Vai ficar tudo bem." (Não está e não vai ficar).
"Eles estão em um lugar melhor agora." (Isso é inapropriado).
"Há uma razão para tudo." (Não há).
“Isso ficará mais fácil.” (Pode ficar ou não).
"Nós vamos superar isso." (Esse tipo de tristeza não termina.)
“O que posso fazer por você?” (Isso sobrecarrega a pessoa que tá de luto ao sugerir uma atividade de solução.)

 

O que você pode escrever em um cartão para a pessoa que está de luto?

Se você não pode ir a um funeral ou simplesmente deseja expressar sentimentos adicionais, é legal enviar um cartão. Aqui as mesmas regras se aplicam - expresse empatia, não lhes imponha um fardo, informe que você está presente. Ser específico também ajuda.

 

Embora não haja nada errado em escrever um simples "sinto muito por sua perda", ajuda mais escrever algo divertido e positivo, como se lembrar de uma memória agradável, uma piada interna ou qualquer coisa que diga que você está pensando nela.

 

Para finalizar, lembre-se que o luto não termina com o funeral, ele continua por um bom tempo na mente da pessoa que sofreu a perda. Uma das melhores coisas que você pode fazer por ela, é entrar em contato, fazer uma ligação, mandar uma mensagem ou visita-la nos dias e semanas seguintes.

 

Pode ser a cada duas semanas, semanalmente ou mais frequentemente do que isso, dependendo do seu relacionamento. Qualquer coisa que você possa fazer, para eles sentirem que não estão sozinhos e esquecidos, agrega bastante e ajuda a todas as pessoas envolvidas no processo de luto.